Principais motivos para meditar diariamente

A meditação é uma técnica ancestral difundida por vários povos como orientais, egípcios, indianos e maias, e sua finalidade é promover um estado de equilíbrio mental e emocional capaz de harmonizar e sintonizar as forças do pensamento com o corpo físico em prol de se atingir um “estado de paz”. Ao longo dos séculos, essa técnica tem sido estudada por muitos pesquisadores e especialistas que buscam entender e comprovar se os benefícios da meditação para a saúde do corpo são reais ou apenas ilusórios para as pessoas, a fim de desmistificar tal prática. Atualmente, estudos norte-americanos realizados por especialistas no assunto garantem: a meditação diária é responsável não só por manter a mente em equilíbrio, mas também por fazer a manutenção da saúde de todo o organismo físico.

O especialista Dawson Church, responsável por realizar pesquisas extensas sobre a eficácia da meditação, recentemente publicou um livro que forneceu maior embasamento científico acerca do tema, livro esse intitulado “Mente à matéria: A ciência surpreendente de como seu cérebro cria a realidade material”. Nessa obra, o autor revela como o estado mental de meditação provoca certas frequências de ondas eletromagnéticas, que são capazes de provocar efeitos diversos no corpo: algumas frequências rejuvenescem, acalmam, restabelecem a saúde e podem até promover a cura pela produção de células tronco. Por conclusão, garante-se que meditar diariamente é uma fonte garantida de manutenção da saúde, além de uma prática eficaz para o tratamento e cura de determinadas doenças.

As ondas delta geradas pela meditação

Segundo as teorias propostas por Dawson Church, as ondas cerebrais são diretamente responsáveis por afetar a biologia do corpo. Um tipo de frequência denominada “delta” tem demonstrado o poder de provocar processos de regeneração nas células do ser humano. Essa afirmação está sendo comprovado por pesquisas que empregam equipamentos com o poder de fazer a medição dessas ondas cerebrais, verificando que pessoas que conseguem manter as frequências delta têm a capacidade de regenerar os telômeros, parte dos cromossomos responsável pelo envelhecimento celular.

Essas ondas delta são muito lentas e são formadas a partir de fluxos cerebrais de aproximadamente 0,19 ciclos por segundo, fluxo esse que só consegue ser atingido através da meditação. As frequências atingidas por quem medita diariamente são consideradas especiais e, além de promover o combate ao envelhecimento pela regeneração telomérica, também são responsáveis por estimular a produção de células-tronco que, dentre outras funções, ajudam a prevenir o surgimento de cânceres.

Ainda segundo Dawson, existe outra freqüência especial atingida por meio da meditação, a frequência Schumann, que possui cerca de 7,8 hertz. Tal onda cerebral está sendo apontada por especialistas e pesquisadores como a responsável por inúmeros benefícios para a saúde física e, por isso, muitos médicos que atuam com pacientes portadores de câncer recomendam que eles se tratem com terapias de meditação. Um caso que corrobora tal teoria e que ganhou muita repercussão no meio científico foi o de uma mulher chamada Beth Misner. Ela foi diagnosticada com um tumor de tamanho significativo e, através da medicina energética com uso de terapia de meditação e sem a utilização de nenhum medicamento, obteve a cura do câncer.

O ideal para a saúde é praticar a meditação diariamente

Para que se possa atingir todos os benefícios provenientes das frequências cerebrais especiais da meditação, Dawson recomenda que a prática meditativa seja feita diariamente, de preferência na parte da manhã, e também todas as vezes em que a mente comece a entrar em estado de estresse. Mantendo essa rotina meditativa, os níveis basais de cortisol e imunoglobulina irão melhorar, e alguns hormônios responsáveis pelo bem-estar aumentarão. Como resultado, a pessoa passará a viver em um estado em que se sente constantemente bem, e isso tem relação com um a neuroplasticidade do cérebro, o que segundo o especialista:

“(…)é como o hardware em nossos cérebros – os canais que conduzem informações, os neurônios e as sinapses que transportam o fluxo de energia das informações em nossos cérebros. Os que você mais usa se desenvolvem … Mas a velocidade disso é extraordinária.

Dentro de uma hora de estímulos repetidos, onde havia apenas uma sinapse, agora existem duas. Isso é em uma hora de estímulo repetido. Se você estimular esse feixe neural por semanas, dias, meses e anos, ele ficará muito maior. Eventualmente, o software da sua consciência literalmente cria o hardware do seu cérebro.”

Dessa forma, percebe-se que quanto mais o cérebro é estimulado na prática de meditação diariamente, mais ele se torna receptivo para as frequências benéficas que promovem o bem estar físico, mental e emocional. Portanto, praticar a meditação é uma forma cada vez mais comprovada de se conquistar amplos benefícios para a saúde.

Compartilhar esse arquivo
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Autor

Instituto Ortomolecular

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados são obrigatórios.